Os 466 anos de Salvador serão celebrados com fé neste domingo, 29 de março, no coração da cidade, a Praça Castro Alves. Na data do seu aniversário, a capital baiana recebe, pela primeira vez, o show do Padre Fábio de Melo, que a partir das 19h encerra os oito dias de programação multicultural do Festival da Cidade 2015, uma promoção da Prefeitura com patrocínio do Shopping da Bahia. A programação na Praça do Poeta tem início às 17h, com o espetáculo “Salvador, 466 Anos de Paz”.

Aos pés do poeta e de frente para a Baía de Todos os Santos, o sacerdote apresenta o seu novo trabalho, ‘Solo Sagrado’, dando as bênçãos à cidade em comunhão com os milhares de fiéis que prometem lotar a Castro Alves. O padre, que está em viagem de peregrinação pela Itália, chegará a Salvador especialmente para a apresentação.

Em celebração e congraçamento, o público irá cantar em coro canções consagradas do Padre Fábio, como “Tudo É do Pai”, “Tudo Posso” e “ A Mão de Deus”, além de conhecer as composições inéditas “Oração da Manhã”, “Origens” e “Um Coração Igual ao Teu”.

Conhecido por evangelizar pela arte, Padre Fábio de Melo, uma das mais conhecidas vozes católicas do país, tem 17 anos de carreira, 16 CDs e 4 DVDs lançados. Em todos eles, mensagens bíblicas, que falam de amor e paz. Como cantor, o sacerdote faz mais de 100 shows por ano, em que prega a palavra de Deus através da música.

Baianas, capoeiristas e percussionistas - Antes da apresentação do Padre Fábio de Melo, a tradicional Praça Castro Alves será palco de um espetáculo que reúne os três principais símbolos da capital: capoeiristas, baianas e percussionistas. Intitulado, “Salvador: 466 Anos de Paz”, a apresentação dirigida pelo ator e diretor Ricardo Bittencourt contará com 466 integrantes de cada grupo que, juntos, promoverão o simbólico abraço na primeira capital do país, que está completando 466 anos de história.

Os 466 representantes de cada grupo sairão de pontos distintos: as baianas virão da Praça Municipal, os percussionistas da Carlos Gomes e os capoeiristas da Ladeira de São Bento, até chegar à Praça Castro Alves onde, juntos, cantarão os parabéns para Salvador. “Existe ato maior do que celebrar e confraternizar com a população? Uma celebração, cantando parabéns no ritmo percussivo, um instante de festa, dos parabéns, junto ao público, tem que estar lá para ouvir”, afirma o diretor do espetáculo, Ricardo Bittencourt.

Transporte e segurança - Para o show de encerramento do Festival da Cidade, a Prefeitura de Salvador preparou um esquema especial de transporte. O sistema de transporte coletivo por ônibus terá o prolongamento de 15 linhas no Terminal da Barroquinha (69 veículos), e 39 linhas da Estação da Lapa (158 veículos) até a meia-noite.

Neste dia, a frota reguladora contará com cinco ônibus na Barroquinha e outros seis na Lapa. Já o Subsistema de Transporte Especial Complementar terá o prolongamento de 12 linhas, com um total de 44 veículos fazendo o trajeto até o Elevador Lacerda.

A segurança também ser será reforçada, com um efetivo mais da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Vale lembrar que a venda de carne em espetinhos de madeira está proibida, juntamente com a venda de bebidas irregulares. Haverá fiscalização e quem descumprir as determinações será punido.