Centro Histórico, Rio Vermelho, Ribeira, Santo Antônio Além do Carmo, além de outros bairros, ferverem neste final de semana, com o início do do Festival da Cidade. O evento, que segue até o próximo domingo (02), marca as comemorações pelos 468 anos de Salvador, celebrado dia 29 de março, com atrações das mais diversas manifestações culturais. E para comemorar a data, amantes da música eletrônica e de outros gêneros, a exemplo do samba, arrocha e chorinho, esquentaram o clima para a maratona de festas em toda a cidade.
 
Entre as atrações do dia estava DJ Santz, que se apresentou no Mirante do Rio Vermelho no sábado passado. Com um formato aberto, Santz prometeu – e cumpriu – colocar todo mundo para dançar ao som da house music. “Preparei uma track exclusiva em homenagem à cidade com ‘Prefixo de Verão’, da Banda Mel, regravada por Serena Fagundes e o MC Bing Man, músicos de São Paulo. O repertório precisa ser mais acessível por ter público misto, o que é muito bom porque dá uma vibe incrível”, afirmou o DJ, que já teve participações no Carnaval de Salvador, entre elas uma apresentação no Beco da Cores, para o público LGBT.
 
Vocalista do Batifun, Jorge Luiz destacou a variedade de expressões na programação do festival, com teatro, dança, música, entre outras produções artísticas. O grupo se apresentou na Praça Dodô e Osmar, na Ribeira, e foi bastante aguardado pelo público. “A resposta ao nosso trabalho pode ser sentida no carinho, e isso é muito bom. Tem lugar que a gente não tem oportunidade de mostrar nosso show, e conseguimos através do festival. Apresentamos repertório autoral, com sucessos dos nossos 19 anos de história”, observou o cantor, lembrando que no próximo dia 29, aniversário de Salvador, lança novo clipe nas redes sociais.
 
O primeiro final de semana de Festival da Cidade contou ainda com Festival de Graffiti Bahia de Todas as Cores, no Espaço Cultural da Barroquinha; Batalha de Rap, com os DJs Marve DJ Kajaman e Roça Sound, também no Espaço Cultural da Barroquinha; Exposição “Telas da Cidade” e Acervo Permanente de Pierre Verger, na Casa do Benin; Encontro com Baianas, no Mercado Modelo, recepcionando visitantes; além das apresentações do DJ George Ferreira, no Mirante do Rio Vermelho; da dupla Juan e Ravena e Asas Livres, ambos na Praça Dodô e Osmar, na Ribeira; e Janela Brasileira e Chorinho Amigos da Madragoa, no Coreto da Praça de Santo Antônio Além do Carmo.