Pelo menos 13 localidades em Salvador serão contempladas com o início ou término de diversas obras tocadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec) no mês em que se comemora o aniversário de 466 anos da capital baiana. A pavimentação de ruas e a requalificação urbana estão entre as medidas inseridas no conjunto de ações divulgado pelo prefeito ACM Neto. As obras previstas para o mês de março têm custo total de R$ 102,8 milhões.

Na Avenida Oceânica, a Sindec promoverá, a partir da assinatura da ordem de serviço, requalificação urbana no trecho entre o Barra Center e o Clube Espanhol. Obras também começarão a no Rio Vermelho. Nesses dois trechos, as intervenções fazem parte do programa de requalificação da Orla de Salvador, com obras já finalizadas na Barra, Boca do Rio, São Tomé de Paripe e Tubarão, e andamento em Piatã, Itapuã, Jardim de Alah e Ribeira.

A Prefeitura trabalha na drenagem e pavimentação da Rua Eduardo Dotto, que liga São Tomé de Paripe a Tubarão, com investimentos de quase R$ 3 milhões. Essa é uma reivindicação antiga e completa a requalificação urbanística da orla. Também no Subúrbio, passarão por intervenções as ruas Iriguassu, Aratu, Miranda e Joanita, em Paripe. No sábado, já foram autorizadas obras na drenagem e pavimentação nas ruas Salvador da Pátria e 29 de Setembro, as duas no Bairro da Paz. A Rua da Polêmica e a Avenida Santiago de Compostela, em Brotas, já passam por recapeamento.

De acordo com o secretário da Sindec, Paulo Fontana, além de contribuir para a retomada da beleza natural da cidade, as obras atingem pontos cruciais de Salvador que há muito tempo necessitavam de um cuidado maior, a exemplo da construção da alça do viaduto dos Reis Católicos, na Avenida Centenário, que terá ordem de serviço assinada esse mês. “Além dos trabalhos já iniciados, a Sindec terá ordens de serviço para tocar as obras em diversas áreas da capital, como a via entre o Rio Vermelho e o quartel de Amaralina, bem como no trecho entre a BR-324 e a Avenida Bonocô, na entrada da cidade”, explica.