O Festival da Cidade 2015, evento que comemora o aniversário de Salvador levando cultura e arte durante oito dias, só começa no dia 22 (domingo), mas a Feira da Cidade, evento realizada com apoio da Prefeitura, acontece já no sábado (21), das 11h até às 19h. Especialmente para a festa de 466 anos da capital, o evento, que estará também no domingo (22) no canteiro central da Avenida Centenário, vai celebrar ainda a sua 50ª edição. Desta vez, além da diversidade gastronômica e das curiosidades dos estandes de arte, a feira será envolvida pelo clima dos anos 50, com decoração e trilha sonora típicas da época.

De acordo com o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, o Festival da Cidade é um momento muito importante para Salvador, onde se comemora o aniversário da primeira capital do Brasil, levando uma ampla diversidade de atividades culturais, esportivas, de lazer e entretenimento para as ruas. “Durante esse período, as pessoas estão tomadas pelo sentimento de pertencimento e nada melhor do que trazer para a programação do aniversário de Salvador eventos como a Feira da Cidade”, destacou.

Como acontece desde a sua origem, a Feira da Cidade vai passear entre o tradicional, o contemporâneo e o exótico. Cerca de 50 feirantes, entre estandes de gastronomia, moda, arte, design e brechós estão confirmados. Eles garantem reservar novidades especiais em comemoração ao aniversário da capital, tudo a preços populares. Entre os clássicos da culinária regional, estarão presentes o sarapatel e a maniçoba.

A edição também marca a estreia da designer de moda Karol Farias, que assina os looks de artistas, entre ela, a cantora Márcia Castro, que também estará na programação do Festival da Cidade 2015, com a Noite do Reggae, dia 27, na Praça da Revolução, em Periperi. Na gastronomia, uma das novidades é a chef Alessandra Hattori, uma das criadoras da Associação de Food Trucks & Comida de Rua da Bahia.

Segundo a produtora da Feira da Cidade, Carla Maciel, um dos grandes destaques do evento nos próximos sábado e domingo será a estreia na Avenida Centenário. “Esta edição terá sombra a vontade, banquinhos, espaço para percorrer as ruas cheias de vida, além de estarmos no mês de aniversário de Salvador”, afirmou.