A presença da arte nas ruas e nos espaços tradicionais é uma das marcas do Festival da Cidade, evento que comemora os 466 anos de Salvador e que leva durante toda a semana uma série de espetáculos para a população. As primeiras apresentações aconteceram nesse domingo (22), mas o soteropolitano terá ainda muitas oportunidades de curtir peças de teatro ao ar livre durante toda a semana. Nesta segunda-feira (23) por exemplo, tem Stand Up Kombi às 17h na Estação da Lapa e a peça O Quarteto em duas apresentações às 18h30 e 21h no Teatro Castro Alves.

A grande estreia da programação teatral do Festival da Cidade, que é promovido pela Prefeitura com o patrocínio do Shopping da Bahia, aconteceu na tarde de domingo na Praça Almeida Couto, em Nazaré. Uma reflexão sobre o envelhecimento e suas dificuldades, medos e incertezas marcaram a montagem Vovó Lulu, um monólogo encenado pela escritora e atriz Maria Prado de Oliveira. No espetáculo, a atriz dá vida a uma senhora de cerca de 90 anos que, em um diálogo com Deus, expõe conflitos, dúvidas, sem abrir mão de acreditar na verdadeira humanidade. A peça volta a ser encenada em praça pública no sábado, dia 28, em Cajazeiras X, também a partir das 17h e domingo, dia 29, às 10h em São Caetano.

O público presente pôde conferir um texto repleto de metáforas e simbologias, em que se questiona o envelhecimento do corpo eu um intelecto jovem, questionador e de personalidade forte. Depois de uma temporada nos teatros convencionais, o projeto “Vovó Lulu na Praça” foi selecionado no edital Arte Todo Dia, da Fundação Gregório de Mattos e chegou a Nazaré depois de passar pelos bairros de Brotas, Itaigara, Monte Serrat, Mussurunga e Porto da Barra. O projeto terá ainda outros espetáculos sendo mostrados para o público nesta semana de festa pelo aniversário de Salvador, com Circulando com Caymmi e a Poética dos Sentidos, sábado (28) e domingo (29), sempre às 18h, no Espaço Xisto Bahia, na Biblioteca Pública dos Barris.

Nesta apresentação especial, em celebração aos 466 anos de Salvador, os espectadores foram presenteados com o texto da peça transformado em HQ (quadrinhos), com ilustrações do artista gráfico Tielson Santos. Além da montagem ‘Vovó Lulu’, o primeiro dia do Festival da Cidade contou ainda com peças teatrais da Mostra Prêmio Braskem de Teatro a preços populares: os infantis “Bonde dos Ratinhos”, no Teatro Vila Velha, e “PUMM – Por um mundo melhor”, no Teatro Eva Herz, além da montagem adulta “As Confrarias”, no Teatro Martins Gonçalvez, no Canela. A programação completa está disponível no portal oficial do Festival da Cidade (www.festivaldacidade.salvador.ba.gov.br).